en   fr   de   ro   es   it
  
     Username:  Password:  

registerforgot password?

Thursday, 21 August 2014
Navega por artistas Navega
LAST  Advertisements
LAST  Last Queries

 


Escuchar Percusion Africana


Letras

Maisha (Modena City Ramblers)

Rebelde Maisha
Mamagranda Maisha
Madiba Maisha
Vagamonda Maisha
Maisha Maisha
Innatownship Maisha
Primavera Maisha
Nuovo giorno Maisha
Luna nera Maisha
Durban poison Maisha
Oh Oh E' la vita Maisha
Oh Oh Madreterra Maisha
Homeless Maisha
KwaZulu Maisha
Remedios Maisha
Soweto Maisha
Maisha Maisha
Innatownship Maisha
Africana Maisha
In the ghetto Maisha
Sogna dolce Maisha
Durban Capetown Maisha
Oh Oh E' la vita Maisha
Oh Oh Madreterra Maisha

El Extraño Caso De Las Damas De Africa (Silvio Rodríguez)

El otro día fuimos al parque
a ver la galería de arte,
y cuando terminó la mañana
pasamos a comprar africanas.
Cargué con un cartucho
contento para casa
y lo guardé en el frío
porque el calor abraza,
¡y vaya usted a saber lo que pasa!

Anoche tuve una visita,
un matrimonio y su vejiguita,
y, como era ocasión apropiada,
quise brindarles mis africanas.
Cuando encontré la bolsa,
después de buscar mucho,
la sacudí en mi oído diciendo:
nada escucho.
¡Adentro hallé no más que cartucho!

¿Quién se comió mi africana?

Si no fue Juana,
ni fue su hermana,
que alguien me diga quién se ha comido mis africanas.

Es concebible,
y no imposible,
que yo sujete mis africanas con imperdibles.

Una pepilla,
le hacía cosquillas
interrogando sádicamente a la giraldilla.

Señor abate,
no se arrebate
si usted encuentra tanta ricura de chocolate.

¿Quién fue?
¿Quién fue?
¿Quién se comió, quién se comió,
quién se comió mi africana?

Neva Go Back (Special Ed)




Verse 1:

I'm gettin' restless
What guessless
I'm rushin' the percusion
End of discusion
Now as you were
Your rhymes soft like fur
Oh' you wright for her
Well that explanit it
But I reign it I rule it
So cool it while I school it
Listen to percision
Rhyming timing climbing through your window
(Crooklyn style) be in yo
Damagin' your whole premises
Don't never diss
Cause here's your address
Cause me by yes, so come test me no
Like Patra, I got it soul like Sanatra
Organize rhymes in effect
Snap that neck, like E-Double if there be trouble
So, move on, there's nothing to see here
Clear the area
Your rhymes are dead, hit the berrier
To vary a I'm very a effetive I might add
Original rude, since I was a little lad

(chorus: I neva go back, I neva flowed wack
I just come back, I just come phat 2x)

Verse 2:

I'm pumpin' like Donivan plus
I'm a little vicious
I eat mcees cause they delicious
It's just, that so mistrust but I dust rhymes like a maid
Now I'm back with How
Stompin' like a parade, all up and down Fifth Ave
So you riff have plenty of back, cause I attack, like blood cells
Fighting off diseased mcees
Like Super Freinds, in a metropolis, in a super Bense
With Howie, now we, got two threes
** it, six, gimmie the mix, and I'm a kill em' with the lyrics
So dig a plot, and nigga got, seven
Never doubt, I go all out, scadida
You need a map
You need a rap
You need a slap
You need a nap
So take one, because your tired
I get so phat, I feel wired
But I never sell, or fall, cause I never fell

(chorus: 2x)

Verse 3:

I don't beg
I break your leg like an egg
And fry it try it, and see what happen when I'm rappin'
Shit start
So don't get smart like Max
Cause cold hard facts prevail
I don't sell, I don't turn pale
But I'm very ill, I'm fatal
I rock rhymes like a cradle
Many days, many ways, let me count em'
Everybody that I caught, everybody thought
But but, bu bu but, don't stutta
Just say it
Shit is budda
Now don't that feel betta
Get a sweata
Cause it's gettin' colda
Every time I holda
Mic, niggaz freeze up, so eaze up like, off the scrotum
Cause you wrote um', like you know dum'
So let me show dum', real rhymes
Cause I feel I might start buggin', if you don't back up off the mic
The lyrical war is on, and so I strike

Chorus 4X

Como Será (Chalarasta)

¿Cómo será?, ¿cómo será
el mundo real?.
Sin las cadenas, sin estas penas
que me atan.

El verde horizonte y el azul del cielo
yo nunca pude ver.
Los colores cambian y la gente cambia
cuando está en libertad.

¿Y cómo será?.
¿Y cómo será?.
¿Y cómo será?,
¿cómo será?, ¿cómo será?.

Nací en esta vida, tragando saliva,
y puedo recordar,
mi madre africana hicieron esclava,
mi padre un puto oficial.

Y paso las horas, pensando que pasa,
ya todo me dá igual.
Si es de noche o de día, sólo la luz varía
en este lugar.

¿Y cómo será?.
¿Y cómo será?.
¿Y cómo será?,
¿cómo será?, ¿cómo será?.

La libertad no ha muerto, no.
La justicia no ha muerto, no.
La esperanza no ha muerto, no.
La ilusión no ha muerto, no.
Y la alegría no ha muerto, no.
La poesía no ha muerto, no.
Y la alegría no ha muerto, no.
La poesía no ha muerto, no.

¿Y cómo será?, ¿de dónde vendrá
el profeta que nos va a guiar?.
Repartiremos de nuevo
el pan, el vino, el centeno,
el azúcar y la sal.

Y si te sobra una silla, acá será bienvenida,
hay alguien que no se puede sentar.
En algún lado leí que pasamos por aquí
en busca de otro lugar.

Mahatma Ghandi no ha muerto, no.
Luther King no ha muerto, no.
Jesucristo no ha muerto, no.
El Comandante no ha muerto, ¡Che!.
El General no ha muerto, no.
El General no ha muerto, no.
El General no ha muerto, no.
El General no ha muerto, no.

Morrison no ha muerto.
Hendrix no ha muerto.
Lennon no ha muerto, no.
Bob Marley no ha muerto, no.
Y Luca Prodan no ha muerto, no.
Luca Prodan no ha muerto, no.
Y Luca Prodan no ha muerto, no.
Luca Prodan no ha muerto, no.

Emivi (Mv Bill)

O Pesadelo da elite ta de volta, não morri
No caminho verminoso só Deus sabe o que senti
Falo do que eu sei
Digo o que eu li
Mantendo a coerência
Não exponho o que não vi
Quando a chapa esquentou
Você notou que eu não corri
Anunciaram seu veneno na tv mas não bebi
Diferente do preto que não quer se assumir
A esse tipo de lavagem cerebral sobrevivi
No meio de uma guerra
Foi onde eu nasci
O berço da exclusão foi onde eu cresci
Não me intimidei
Foi preciso resistir
Faço parte do quilombo comandado por Zumbi
De lá pra cá ou daqui pra li
Enquanto você chora quem controla o poder sorri
Vou guerrear pra não deixar me destruir
É por essas e por outras que eu sou EMIVI
Faça um despacho pra mim
Depois uma oração pra mim
Chame um camburão pra mim
Depois chame uma ambulância pra mim
Mande um sorriso pra mim
Depois você chore por mim
Bata muita palma pra mim
Depois mande muita vaia pra mim
Frustrações no passado eu senti
Investigações no presente eu sofri
E descobri que na rua é cada um por si
É preciso ter contesto pra não cair
O meu orgulho e meu respeito eu não achei por ai
Pra deixar filhinho de papai me inibir
Nem rir quando for avaliar o meu Q.I
Vai ver que tenho veneno pra jogar e ele engolir
Chega ai se quiser conferir
Vai descobrir que na escada africana um degrau eu subi
Submissão eu vi, vacilação ouvi
Deu destaque no jornal não sei se mereci
Minha fé não deixou diminuir meu compromisso
Meu interesse de lutar e melhorar pra quem vive aqui
Tenho uma grande missão para cumprir
É por essas e por outras que eu sou EMIVI
Tenha muito ódio de mim
Depois tenha amor por mim
Fale coisa boa de mim
Depois fale mal de mim
Peça liberdade pra mim
Depois peça uma cadeia pra mim
Mande uma africana pra mim
Depois mande uma nazista pra mim
Nas favelas da vida aprendi
Que pra ser palhaço de ninguém eu não nasci
Pensamentos negativos
Com coragem defendi
Não me submeti
Não cedi
Não morri
Não me omiti
Ensinamento da minha mãe assimilei
Ser humilde e não humilhado nunca mas esquecerei
Com a proteção no caminho que vou seguir
Mensageiro da verdade sem deixar me sucumbir
Odiado e amado pelo que eu promovi
Mais respeito pelo o povo da favela eu exigi
As mentiras dos livros da escola eu descobri
É por essas e por outras que eu sou EMIVI

Qual Mentira Vou Acreditar (Racionais Mc's)

são apenas dez e meia tem a noite inteira
dormir é embaçado numa **ta-feira
tv é uma merda prefiro ver a lua
preto edy rock esta a caminho da rua
hã sei lá vou pruma festa se pam
se os cara não colar volto às três da manhã
tô devagar tô a cinqüenta por hora
ouvindo funk do bom minha trilha sonora
a polícia cresce o olho eu quero que se foda
zona norte a bandidagem curte a noite toda
eu me formei suspeito profissional
bacharel pós-graduado em tomar geral
eu tenho um manual com os lugares horários
de como dar perdido ai caralho
prefixo da placa é m y sentido jaçanã jardim ebrom
quem é preto como eu já tá ligado qual
é nota fiscal rg polícia no pé
escuta aqui o primo do cunhado do meu genro é mestiço
racismo não existe comigo não tem disso
é pra sua segurança falou falou deixa pra lá
vou escolher em qual mentira vou acreditar

tem que saber mentir tem que saber lidar
em qual mentira vou acreditar?
a noite é assim mesmo então deixa rolar
vou escolher em qual mentira vou acreditar
tem que saber mentir tem que saber lidar
em qual mentira vou acreditar?

ô que caras chato ó
quinze pras onze eu nem fui muito longe
e os home embaçou
revirou os banco amassou meu boné branco
sujou minha camisa do santos
eu nem me lembro mais pra onde eu vou
hi quem será que ligo
espere na atração eu tô na zona sul
eu chego rapidinho assinado blue
pode crer naquele lado de santana
conheço uns lugar conheço umas fulana
juliana? não mariana? não alessandra? não adriana? não
o nome é só um detalhe o nome é só um nome
953 hum esqueci o telefone
pôrra demorou heim
e aí blue como é?
isso aqui é um inferno tem uma pá de mulher
trombei uma pá de gente uma pá de mano
tô há quase uma hora te esperando
passou uma figura aqui e deu idéia
disse que te conhece se pá chama léa
cabelo solto vestido vermelho
estrategicamente a um palmo do joelho
os caras comentaram o visual ó os bico e tal pagando o mó pau
ninguém falou ah ah mas eu ouvia
meio mundo xingando por telepatia (filha da puta)
economizava meu vocabulário
não tinha o que falar falava o necessário
meio assim é claro será qual é que é truta
é o que não falta mina filha da puta
tudo comigo confio no meu taco
versão africana don juan de marco
tudo muito bom tudo muito bem
sei lá o que é que tem idéia vai idéia vem
ela era princesa eu era o plebeu
quem é mais foda que eu espelho espelho meu
tipo thaís de araújo ou camila pitanga
uma mistura confesso fiquei de perna bamba
será que ela aceita ir comigo pro baile?
ou ir pra zona sul ter um grand finale?
amor com gosto de fruta até às seis da manhã
me chamar de meu preto e me cantar djavan
ninguém ouviu mas puta que pariu
em fração de segundos meu castelo caiu
a mais bonita da escola rainha passista
se transformou numa vaca nazista
eu ouvindo james brown pá cheio de pose
ela pergunto se eu tenho o quê gun's roses?
lógico que não a mina quase histérica
meteu a mão no rádio e pôs na transamérica
como é que ela falou? só se liga nessa
que mina cabulosa olha só que conversa
que tinha bronca de neguinho de salão (não)
que a maioria é maloqueiro e ladrão (aí não)
aí não mano! foi por pouco mano
eu já tava pensando em capotar no soco
disse pra mim não falar gíria com ela
pra me lembrar que não tô na favela
bate-boca novela será que é meia-noite já?
a cinderela virou bruxa do mal
me humilhar não vai vai tirar o caralho
levanta o seu rabo racista e sai
eu conheço essa perversa há mó cara
correu a banca toda de uns play
baque colava lá na área
pra mim ela já disse que era solitária
que a família era rígida e autoritária
tem vergonha de tudo cheia de complexo
que ainda era cedo pra pensar em **o
a noite é assim mesmo deixa rolar
vou escolher em qual mentira vou acreditar
tem que saber mentir tem que saber lidar
em qual mentira vou acreditar

tem que saber mentir tem que saber lidar
em qual mentira vou acreditar?
a noite é assim mesmo então deixa rolar
vou escolher em qual mentira vou acreditar
tem que saber mentir tem que saber lidar
em qual mentira vou acreditar?

ih caralho olha só quem tá ali?
o que que esse mano tá fazendo aqui?
e aí esse maluco veio agora comigo
ligou que era até seu amigo
que morava lá na sul irmão da cristiane
dei um cavalo pra ele no lausane
ia levar um recado pra uns parente local
da igreja evangélica pentecostal
desceu do carro acenando a mão na paz do senhor
ninguém dava atenção
bem diferente do estilo dos crentes
um bombojaco e touca mas a noite tá quente
que barato estranho só aqui tá escuro
justo nesse poste não tem luz de mercúrio
passaram vinte fiéis até agora
dá cinco reais cumprimenta e sai fora
um irmão muito sério em frente à garagem
outro com a mão na cintura em cima da laje
de vez em quando a porta abre e um diz
tem do preto e do branco! e coça o nariz
isso sim isso é que é união
o irmão saiu feliz sem discriminação
de lá pra cá veio gritando rezando
aleluia as coisas tão melhorando
esse cara é dentista sei lá diz
que a firma dele chama boca s/a
será material de construção?
vendedor de pedras? lá na zona sul era patrão
ih! patrão o caralho! ele é safado
fugiu do valo velho com os dias contados
na paranóia de fumar era fatal
arrombava os barracos saqueava os varal (demorô)
bateu na cara do pai de um vagabundo
humm tá fazendo hora extra no mundo
a noite tá boa a noite tá de barato
mas puta gambé pilantra é mato

tem que saber mentir tem que saber lidar
em qual mentira vou acreditar?
a noite é assim mesmo então deixa rolar
qual mentira vou acreditar

Ebano (Modena City Ramblers)

Sono nata dove la pioggia porta ancora il profumo dell'ebano
Una terra là dove il cemento ancora non strangola il sole
Tutti dicevano che ero bella come la notte africana
E nei miei occhi splendeva la luna, mi chiamavano la perla Nera...
A 16 anni mi hanno venduta, un bacio a mia madre e non mi sono voltata
Nella città con le sue mille luci per un attimo mi sono smarrita...
Così laggiù ho ben presto imparato che i miei sogni erano solo illusioni
E se volevo cercare fortuna dovevo lasciare ogni cosa
Ebano
Jack O's bar, Parade hotel, for me une
Ebano...
Spesi tutto quello che avevo per il viaggio e i miei documenti
A Palermo nel '94 eravamo più di cento giù al porto...
Raccoglievo le arance e il limoni in un grande campo in collina
Lavoravo fino a notte inoltratata per due soldi e una stanza nascosta
Ebano...
It's a long long night
It's a long long time
It's a long long road
Ebano...
Poi un giorno sono scappata verso Bologna con poca speranza
Da un'amica mi sono fermata, in cerca di nuova fortuna
Ora porto stivali coi tacchi e la pelliccia leopardata
E tutti sanno che la Perla Nera rende felici con poco...
Ebano
Jack O's bar, Parade hotel, for me une
Ebano...
It's a long long night
It's a long long time
It's a long long road
Ebano...
Perciò, se passate a Bologna, ricordate qual è la mia storia
Lungo i viali verso la sera, ai miei sogni non chiedo più nulla
Ebano...

Sigue, Sigue! (Da Weasel)

Puto P sempre a rir tipo parvo sem saber porquê
Facilito rimas fácil, tipo ABC
Represento o que se vê
Confirma só no cd
Orishas e Da Weasel
Tavas à espera do quê?
Luso africana
Latina cubana
Doce como rum de cana
Bazamos de Lisboa até Habana
É tudo bom sente o som não dá para refutar
Yo, Russo – te presento pa cantar…
Te lo tragas, coherente com la raza
De Portugal a la Habana
Mestizaje flow com cana
…sello portugues, son caribeno,
sello pongo en tu lengua bello,
So mamon, no tengo freno,
Escupe Orishas com Da Weasel, pal’necio,
Aquí no hay abracadabra ni pata de cabra

Para que lo aprendas
Si no devas a perder
Canta Orishas com el Da weasel
- Estamos juntos, fazemos isto do coração
Canta Orishas com el Da Weasel
- Cuba e Portugal, fazemos isto, do coração

Da Weasel, conécion Orishas
Lo que trae, trae
Rumba, Congo, Yoruba, Cuba, Portugal
Donde el Sol mira virgus calienta mai
Toma el son rico, rico siguelai
Urillabe, no sobrepases, ni llegues sin pensar,
Que muchos somos capaces
Virgul sempre a dar
Se quedou, pegou, colou, Virgul chegou
Nunca perde o control
Check da New Style
Vê só o meu flow

Tudo o que tenho
É tudo o que eu te dou
Da Weasel e Orishas
Curte só o meu som
Sigue, sigue, ponle baila
No me detengas a mira esta baina
Melocotón, so melon que te pasa
Soy el papi chulo que controla las muchachas

Para que lo aprendas
Si no devas a perder
Canta Orishas com el Da Weasel
- Estamos juntos, fazemos isto do coração
Canta Orishas com el Da Weasel
- Cuba e Portugal, fazemos isto, do coração

Não dá pa parar
Não dá pa pausar
Só dá pa jumpar
Só dá para dançar
Até o corpo aguentar
A festa tá bem rija
Enche a tua botija
Bomba-lhe com gás
Sabes que és capaz
Sabes como se faz
Fácil como andar de bicicleta
Esquerda pá direita deita
E toda a gente se ajeita
Toda a gente em comunhão
Sente a celebração
Tenho uma hóstia (chweing) na mão
Chama-lhe Padre Carlão
É boda aqui na tuga, é só babys
Não vou parar não, já estou crazy
É tudo bom em Cuba, yo ladys
Deixa só o som entrar, crazy
New selecta
Porta está aberta
Junta-te a nós
Porque isto aqui está uma festa
Junta-te à festa
Isto aqui está um show
Muchachas cubanas
Ai, ai, ai está tão bom

Para que lo aprendas
Si no devas a perder
Canta Orishas com el Da weasel
- Estamos juntos, fazemos isto do coração
Canta Orishas com el Da Weasel
- Cuba e Portugal, fazemos isto, do coração

Em Qual Mentira Vou Acreditar? (Racionais Mc's)

São apenas dez e meia, tem a noite inteira.
Dormir é embaçado, numa **ta-feira.
TV é uma merda, prefiro ver a lua.
Preto Edy Rock Star a caminho da rua.
hã... sei lá vou pruma festa, "se pam", se os cara não colar,volto às três da manhã.
Tô devagar, tô a cinquenta por hora, ouvindo funk do bom, minhatrilha sonora.
A polícia cresce o olho, eu quero que se foda! Zona Norte abandidagem curte a noite toda.
Eu me formei suspeito profissional, bacharel pós-graduado em"tomar geral".
Eu tenho um manual com os lugares, horários, de como "darperdido"...
ai, caralho... ( "prefixo da placa é MY, sentido Jaçanã, JardimEbron...").
Quem é preto como eu já tá ligado qual é, Nota Fiscal, RG,polícia no pé ("escuta aqui: o primo do
cunhado do meu genro é mestiço, racismo não existe, comigo nãotem disso, é pra sua segurança").
Falou, falou, deixa pra lá.
Vou escolher em qual mentira vou acreditar.
Tem que saber mentir, tem que saber lidar, em qual mentira vouacreditar? A noite é assim mesmo,
então... deixa rolar.
Em qual mentira vou acreditar? Tem que saber mentir, tem quesaber lidar.
Em qual mentira vou acreditar? Ô, que caras chato, ó! Quinze prasOnze, eu nem fui muito longe e
os "home" embaçou.
Revirou os banco, amassou meu boné branco, sujou minha camisa doSantos.
Eu nem me lembro mais pra onde eu vou.
"Espere na atração, eu tô na Zona Sul, eu chego rapidinho,assinado: Blue".
Pode crer, naquele lado de Santana, conheço uns lugar, conheçoumas fulana.
Juliana? Não. Mariana? Não. Alessandra? Não. Adriana? Não. O nomeé só um detalhe, o nome é
só um nome.
953... hum, esqueci o telefone.
"Ôrra, demorou, heim?!" E aí, Blue, como é? Isso aqui é uminferno, tem uma pá de mulher, trombei
uma pá de gente, uma pá de mano, tô há quase uma hora teesperando.
Passou uma figura aqui e deu idéia, disse que te conhece e pá,chama Léa.
Cabelo solto, vestido vermelho, estrategicamente a um palmo dojoelho.
Os caras comentaram o visual, "oz bi", que tal, pagando o maiorpau.
Ninguém falou, ah! ah! mas eu ouvia meio mundo xingando portelepatia ("mina filha da puta!").
Economizava meu vocabulário, não tinha o que falar, falava onecessário, meio assim, é claro, será
qual é que é, truta é o que não falta, mina filha da puta.
Tudo comigo, confio no meu taco, versão africana "Don Juan deMarco", tudo muito bom, tudo
muito bem, sei lá o que é que tem, idéia vai, idéia vem, ela eraprincesa, eu era o plebeu, quem é
mais foda que eu, espelho, espelho meu.
"Tipo Taís de Araújo ou Camila Pitanga?".
Uma mistura.
Confesso: fiquei de perna bamba.
Será que ela aceita ir comigo pro baile? Ou ir pra Zona Sul terum "Grand Finale"? Amor com gosto
de fruta até às seis da manhã, me chamar de "meu preto" e mecantar "Djavan".
Ninguém ouviu, mas... puta que pariu! Em fração de segundos meucastelo caiu! A mais bonita da
escola, rainha passista, se transformou numa vaca nazista! Euouvindo James Brown, pá, cheio de
pose, ela pergunto se eu tenho... o quê? Gun's Roses? Lógico quenão! A mina quase histérica,
meteu a mão no rádio e pôs na Transamérica.
Como é que ela falou? Só se liga nessa, que mina cabulosa, olhasó que conversa: que tinha bronca
de neguinho de salão (não...) que a maioria é maloqueiro e ladrão(aí não...).
Aí não, mano! Foi por pouco, mano.
Eu já tava pensando em capotar no soco.
Disse pra mim não falar gíria com ela, pra me lembrar que não tôna favela.
Bate-boca, novela, será que é meia-noite, já? A Cinderela viroubruxa do mal.
Me humilhar não vai, vai tirar o caralho, levanta o seu raboracista e sai! "Eu conheço essa perversa
"há maior cara", correu a banca toda de uns "pleiba" que colavalá na área.
" Pra mim ela já disse que era solitária, que a família erarígida e autoritária.
Tem vergonha de tudo, cheia de complexo, que ainda era cedo prapensar em **o.
A noite é assim mesmo... deixa rolar! Vou escolher em qualmentira vou acreditar.
Tem que saber mentir, tem que saber lidar, em qual mentira vouacreditar (BIS).
Ih! Caralho! Olha só quem tá ali? O que que esse mano tá fazendoaqui? E aí, esse maluco veio
agora comigo, ligou que era até seu amigo, que morava lá na sul,irmão da Cristiane, dei um "cavalo"
pra ele no Lausane.
Ia levar um recado pra uns parente local, da Igreja EvangélicaPentecostal.
Desceu do carro acenando a mão: "Na paz do Senhor!".
Ninguém dava atenção.
Bem diferente do estilo dos crentes.
Um bom "jaco" e touca, mas a noite tá quente.
Que barato estranho, só aqui tá escuro.
Justo nesse poste não tem luz de mercúrio.
Passaram vinte fiéis até agora, dá cinco reais, cumprimenta e saifora.
Um irmão muito sério, em frente à garagem, outro com a mão nacintura em cima da laje.
De vez em quando a porta abre e um diz: "tem do preto e dobranco?" e coça o nariz.
Isso sim, isso é que é união! O irmão saiu feliz, semdiscriminação! De lá pra cá veio gritando,
rezando: "Aleluia, as coisas tão melhorando!".
Esse cara é dentista, sei lá... diz que a firma dele chama "BocaS.A.".
Será material de construção? Vendedor de pedras? Lá na zona sulera patrão.
Ih! patrão o caralho! Ele é safado.
Fugiu do Valo Velho com os dias contados.
A paranóia de fumar era fatal.
Arrombava os barracos, saqueava os varal.
Bateu na cara do pai de um vagabundo.
HUmm... tá fazendo hora extra no mundo.
A noite tá boa, a noite tá de barato, mas puta gambé pilantra émato! Tem que saber mentir, tem
que saber lidar.
Em qual mentira vou acreditar? A noite é assim mesmo, então deixarolar (4X).

Spellcraft & Heathendom (Behemoth)

I've met in surrounding me nature
Spirits and deities wielding the element
In a field, in a forest, in rocks and caves
and I won their goodwill with sacrifices
Horses carried me to the skies
White, beautiful steeds... beloved
I was attacking brushwood violently
I touched motherland

PERCUS! Magic circles and black stones
PERCUS! Forest spells and damned souls
PERCUS! I find worship in you
PERCUS!!!
They will return, dance like fire, as before
They will return, to the trees
to the forest of mine... to the kingdom!

The thunderer demons
guards of sacred spot
during those cold nights
they found peace and consolation

Between the gates of Pomeranian kingdom of magic
They will reign again the thrones of mighty fatherland!

I rediscover their power and charm
To defeat like a sorcerer
Like thousand years ago
oaken castles from millennium before
They will rise once again...as a sign...
PERCUS!


Video


Un grupo de chavos con un buen de enrgía y entusiasmo, tocan percusiones africana y la neta se la rifan, nomas chequen la musica y el baile y contagian tanta...




Mp3, Musica, Descarga, Letras, Canciones, Conciertos, Boletos, Live, Video, DVD, Gratis, Discografia, Mpeg, Compra, Grupo, Artista, Album, Coleccion, Archivo, Eventos, Busca, CD