en   fr   de   ro   es   it
  
     Username:  Password:  

registerforgot password?

Tuesday, 22 July 2014
Navega por artistas Navega
LAST  Advertisements
LAST  Last Queries

 


Escuchar Balada Boa- Gusttavo Lima (Com letra)


Letras

Un Nuevo Intento (Mar De Copas)

Es triste ver tu corta vida
Después de tanto tiempo

El aire no susurra mis oidos más
Ni una explicación más
Los pasos andan solos
Tu boca ya no silva su cantar de Hamelín
De Hamelín

Y flotar, y flotar
Y tu sello por sonrrisa
Y roper la quietud animal de que algun día tú
Y luchar, a morir
Como un vendaval por un amor
Y flotar
Es triste que algun dia tú


Diez corazones rotos o algo más
Es triste y uno solo

Guardados en un siglo de recuerdos
Cien formas de vivir
El cuero sobre hueso
Un trotamundo ya sin piernas
Todo vale, al rededor
Al rededor

Y flotar, y flotar
Y tu sello por sonrrisa
Y roper la quietud animal de que algún día tú
Y luchar a morir
Como un vendabal por un amor
Y flotar
Es triste que algun día tú

Hoy Necesito (Cómplices)

Hoy necesito
Que me abraces fuerte
Sin excusas, sin palabras
Solo abrazos
Que no tengas prisa
Que no me recuerdes
Que solo somos
La apariencia de este barro

Hoy necesito
Que me abraces fuerte
Por encima de los miedos
Y prejuicios
Que alcances ya los huesos
Y me despiertes lejos
De esta torpe selva
A fin de siglo

Y no me preguntes
Que es lo que pasa
No traigo heridas
Pero solo que preciso
Notarte bien dentro
Sentirme en casa
Saber que es muy cierto
Que estoy contigo

Hoy necesito
Que me abraces fuerte
Y que tu silencio
Traiga mucha calma
Que la noche venga lenta
Como nieve
Y nos ha hecho enlazadas
Las espaldas

Y no me preguntes
Que es lo que pasa
No traigo heridas
Pero solo que preciso
Notarte bien dentro
Sentirme en casa
Saber que es muy cierto
Que estoy contigo

Y no me preguntes
Que es lo que pasa
No traigo heridas
Pero solo que preciso
Notarte bien dentro
Sentirme en casa
Saber que es muy cierto
Que estoy contigo

Hoy necesito
Que me abraces fuerte
Por encima de los miedos
Y prejuicios
Que alcances ya los huesos
Y me despiertes lejos
De esta torpe selva
A fin de siglo


Letras transcritas por Diego Vanegas

Bairro Do Oriente (Rui Veloso)

Tenho à janela
Uma velha cornucópia
Cheia de alfazema
E orquídeas da etiópia

Tenho um transistor ao pé da cama
Com sons de harpas e oboés
E cantigas de outras terras
Que percorri de lés-a-lés

Tenho uma lamparina
Que trouxe das arábias
Para te amar à luz do azeite
Num kama-sutra de noites sábias

Tenho junto ao psyché
Um grande cachimbo d'água
Que sentados no canapé
Fumamos ao cair da mágoa

Tenho um astrolábio
Que me deram beduínos
Para medir no firmamento
Os teus olhos astralinos

Vem vem à minha casa
Rebolar na cama e no jardim
Acender a ignomínia
E a má língua do código pasquim
Que nos condena numa alínea
A ter **o de querubim

Escravo Da Alegria (Toquinho)

E eu que andava nessa escuridão,
De repente foi me acontecer.
Me roubou o sono e a solidão,
Me mostrou o que eu temia ver.
Sem pedir licença nem perdão,
Veio louca pra me enlouquecer.

Vou dormir querendo despertar,
Pra depois de novo conviver
Com essa luz que veio me habitar,
Com esse fogo que me faz arder.
Me dá medo e vem me encorajar,
Fatalmente me fará sofrer.

Ando escravo da alegria.
Hoje em dia, minha gente,
Isso não é normal.
Se o amor é fantasia,
Eu me encontro ultimamente
Em pleno carnaval.

Que Maravilha (Toquinho)

Lá fora está chovendo.
Mas assim mesmo
Eu vou correndo
Só pra ver o meu amor.

Ela vem toda de branco.
Toda molhada e despenteada,
Que maravilha,
Que coisa linda
Que é o meu amor.

Por entre bancários, automóveis,
Ruas e avenidas
Milhões de buzinas
Tocando sem cessar.

Ela vem chegando de branco,
Meiga, linda e muito tímida.
Com a chuva molhando seu corpo
Que eu vou abraçar.

E a gente no meio da rua,
Do mundo, no meio da chuva,
A girar,
Que maravilha,
Que maravilha,
Que maravilha.

Da Lama Ao Caos (Chico Science & Nação Zumbi)

Posso sair daqui pra me organizar
Posso sair daqui pra me desorganizar


Da lama ao caos, do caos a lama
Um homem roubado nunca se engana


** aê Recife!! ** aê!!


O sol queimou, queimou a lama do rio

Eu vi um chié andando devagar

E um aratú pra lá e pra cá

E um caranguejo andando pro sul

Saiu do mangue e virou gabiru


Ô Josué eu nunca vi tamanha desgraça

Quanto mais miséria tem, mais urubú ameaça


Peguei um balaio fui na feira roubar tomate e cebola

Ia passando uma véia e pegou a minha cenoura


- "Aê minha véia deixa a cenoura aqui

Com a barriga vazia não consigo dormir"


E com o bucho mais cheio começei a pensar

Que eu me organizando posso desorganozar

Que eu desorganizando posso me organizar

Que eu me organizando posso desorganozar


Porque


Da lama ao caos, do caos a lama

Um homem roubado nunca se engana


Ê!


Da lama ao caos, do caos a lama

Um homem roubado nunca se engana



Refuse! Resist!
Refuse! Resist!






Da lama ao caos, do caos a lama

Um homem roubado nunca se engana

Da lama ao caos, do caos a lama
Um homem roubado nunca se engana

Obrigado... aê...

Sociedade Falida (Stuff)

você assiste a televisão
e eles lhe fecham a porta
pra você não enxergar
o que está a sua volta
não sei onde mas eu vou achar
todas respostas
nesse dia comemorar
poder jogar sem fazer aposta

eu não sei mas o que faço
se tudo parece ser em vão
eu me sinto tão distante
tentando achar uma solução

eles te chamam a atenção
eles invadem sua casa
sem nenhuma preocupação
com o real estado da desgraça
quem ve o futuro sabe conversar
sem virar as costas
pois o inimigo sempre vai estar
atrás dos olhos, á frente das respostas

sociedade falida
todos acham que sabem o que querem de suas vidas
nas greves nos jornais
protestos caóticos que representam a paz
eles não entendem
mas também não há o que entender
se tudo que eu vejo é uma corja de covardes
ganhando salário pra ser autoridade
assim vamos vivendo cada dia, cada momento

Every Heart (English Version) (BoA*)

Tell me babe
How many do I shed my tears?
Every Heart
Every Heart is not a gentle yet

Shall I do?
I can never say my loneliness
Every Heart doesn't know what to say or what to do

Was afraid of darkness cause I felt that I was left alone
So I prayed for help to distant million stars

Round & Round the planets revolve around the sun
And we always seek after love and peace forever more
Growing growing woah
Baby we can work it out
Look up at the sky
Every Heart is shining all today

Show me now
What kind of smile do I come across
Every Heart
Every Heart can take a step towards dreams

All of us want to take a lasting happiness
Whenever you feel sad
I wanna hold you and give you some sleep

Someday every heart's gonna be free and easy
We have peace of mind
Someday all the people will find a way to love

Goes and goes the time goes on we are not alone
We live on together and we will find some precious things
Sometimes we will smile sometimes we will cry somehow
Don't forget believe in yourself
Tomorrow's never die

There is the warm heart places on my mind
In my earliest day's there and it's so sweet
There are many stars they have talk with me so kind
They say yes always time's a friend of mine
So shine

Round & Round the planets revolve around the sun
And we always seek after love and peace forever more
Growing growing woah
Baby we can work it out
Look up at the sky
Every Heart is shining all today

Goes & goes the time goes on we are not alone
We live on together and we will find some precious things
Sometimes we will smile sometimes we will cry somehow
Don't forget believe in yourself
Tomorrow's never die

Ahhhhhhhhh oh
Ahhhhhhhhh woah oh

Maria Virgin (In Extremo)

Quen a omagen da Virgen
et de seu fillo onrrar?
D'eles sera muit' onrrado
no seu ben, que non a par.
E de tal razon com'esta
vos direi, se vos prouguer,
miragre que fez a Virgen,
que sempre nosso ben quer,
perque ajamos o reyno
De seu fill' ond'a moller
primeiro nos deitou fora,
que foi malament' errar

Grávida (Marina Lima)

Eu tô grávida
Grávida de um beija-flor
Grávida de terra
De um liquidificador
E vou parir
Um terremoto, uma bomba, uma cor
Uma locomotiva a vapor
Um corredor
Eu tô grávida
Esperando um avião
Cada vez mais grávida
Estou grávida de chão
E vou parir
Sobre a cidade
Quando a noite contrair
E quando o sol dilatar
Dar à luz
Eu tô grávida
De uma nota musical
De um automóvel
De uma árvore de Natal
E vou parir
Uma montanha, um cordão umbilical, um anticoncepcional
Um cartão postal
Eu tô grávida
Esperando um furacão, um fio de cabelo, uma bolha de sabão
E vou parir
Sobre a cidade
Quando a noite contrair
E quando o sol dilatar
Vou dar a luz


Video


Queem gostou clica aaí!




Mp3, Musica, Descarga, Letras, Canciones, Conciertos, Boletos, Live, Video, DVD, Gratis, Discografia, Mpeg, Compra, Grupo, Artista, Album, Coleccion, Archivo, Eventos, Busca, CD